Categorias: Borba's Bar

Rose’s Shaken – Caipirinha em Forma de Cocktail

Rose's Shaken Cocktail - AntonioBorba.comOs americanos sempre têm um segredinho para as coisas. Entre em um Fast Food de melhor padrão como TGI Friday’s, Hooters, Outback ou Rain Forest Cafe e perceba, que além do encantamento no visual, há um sabor “a mais” nas comidas e nas bebidas. Sempre que eu tomava uma caipirinha ou cocktail saboroso eu pensava por que não conseguia reproduzir o mesmo gosto nos meus drinks.

A resposta é: essência. Há essências de vários sabores, geralmente ligados a frutas. O sabor intenso e levemente artificial das mesmas pode ser a “cereja no topo”. E foi assim que consegui criar uma caipirinha saborosíssima que considero entre as melhores que já tomei.

Rose's Shaken Ingredientes - Level, Rose's Lime - AntonioBorba.comRose’s Shaken

2 doses de vodca

1/2 dose de Rose’s Lime

1 limão fatiado

açúcar a gosto

Antes de falar sobre o preparo, convém explicar um pouco melhor sobre os ingredientes. O segredo de uma boa caipira sempre começa pela escolha da vodca, e a minha favorita é a Level, uma linha premium dos mesmos fabricantes da Absolut. A Level deixa a caipira com um gosto muito mais suave, mas você pode escolher a vodca de sua preferência, contanto que seja natural e não de sabores como limão ou vanilla.

Rose’s é o nome desta essência conceituadíssima, preferida entre os bartenders americanos. E Rose’s Lime (ou Rose’s Sweetened Lime Juice) é a essência clássica, com sabor pronunciado e inconfundível. Dificilmente você irá achar esta essência no Brasil, então é possível experimentar com similares como Monin e outras, apenas lembre que em inglês lime=limão Tahiti (o que queremos), enquanto lemon=limão siciliano (outra coisa).

Rose's Shaken - limão fatiado - AntonioBorba.comEssa caipira é uma variação mais rápida e prática de fazer. Ao invés de macerar o limão como na caipira tradicional, ele deve ser cortado em fatias finas como nesta foto, utilizando uma faca bem afiada.

O maceramento do limão nesta modalidade de capira será feito através do gelo em uma coqueteleira, por isso é importante cortar e separar as fatias para que o gelo possa agir sobre o limão.

Coloque em uma coqueteleira o limão cortado, a vodca, a essência e vários cubos de gelo (4 a 5 aproximadamente), conforme a imagem a seguir.

O açúcar deve ser adicionado também. Como em qualquer cocktail, açúcar é uma questão de gosto e deve ser adicionado conforme quem vai beber.

Rose's Shaken - coqueteleira - AntonioBorba.com

Há pessoas que não gostam de drinks doces, e o açúcar pode ser reduzido a um mínimo ou até mesmo excluído da receita.

Outras pessoas preferem drinks mais doces, então o açúcar pode ser mantido até o máximo recomendado pelo autor. No caso desta caipirinha, eu não recomendo mais do que uma colher de sopa, pois ao batê-la na coqueteleira, o açúcar será muito bem misturado à bebida.

Para finalizar o cocktail, basta bater por alguns segundos até que a coqueteleira esteja bem gelada. Recomendo que a mistura seja batida com força para que o gelo macere bem o limão e produza a bebida perfeita.

 

 

 

O resultado final deve ser parecido com este: uma caipira de consistência leitosa, menos cristalina do que uma caipira tradicional. E com um sabor incomparável.

 Rose's Shaken Cocktail - AntonioBorba.com

Se você preparou a sua Rose’s Shaken com outra essência que não seja a Rose’s, deixe um comentário contando como ficou!

comentar/ver comentáros

Outros Posts:

20/06/2011

Panorama do Atari e Videogames no Brasil em Entrevista à 91 Rock

O jornalista Álvaro Borba, que comanda o programa 91 Minutos da Rádio 91 Rock, me convidou para uma entrevista sobre videogames e minha coleção de Atari. Nessa entrevista, que aconteceu no dia 15/06/11, iniciamos falando sobre o que representa minha coleção em termos de números, passando po ...

Saiba Mais

07/08/2011

A Conta Social do “Jeitinho Brasileiro”

A diferença cultural entre Brasil e Estados Unidos é gritante. O mundo, de forma geral, tem mania de falar mal dos americanos mas consome seus produtos sem pestanejar. Me refiro tanto a bens de consumo quanto produtos culturais. Em muitos casos, é uma relação de amor não declarada. Eu não ...

Saiba Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*