ANTONIO BORBA - A MAN OF BUSINESS

TECNOLOGIA E SEUS CONFLITOS
  • 21 de julho, 2014

Alguns dos Melhores Hambúrgueres dos Estados Unidos

Quebrando a Dieta com Força

Qualquer proposta para estabelecer um ranking dos melhores hambúrgueres, justamente no país do hambúrguer, é mera pretensão. Nem mesmo entre os gourmets haverá unanimidade em relação aos “melhores da América“. Entretanto, é possível estabelecer um parâmetro entre aqueles que são mais reconhecidos por locais e turistas, principalmente nas cidades mais visitadas, como New York.

Quase todo restaurante nos Estados Unidos oferece opções de hambúrgueres e derivados. Portanto, é natural que, não havendo nada mais atraente no cardápio ou por mera curiosidade, essa seja uma das principais refeições em qualquer viagem, a não ser que você simplesmente não goste do prato.

Este post se propõe a indicar um ranking de locais reconhecidos (e outros menos óbvios) que tive oportunidade de visitar em 2014 entre New York, Boston e até mesmo North Bend/Snoqualmie (tema dos meus posts sobre Twin Peaks). Também cito ao final outros excelentes lugares que não tive oportunidade de visitar desta vez, tanto em NYC quanto em Chicago.

No total, foram 8 lugares avaliados com fotos – confira o ranking, do pior para o melhor:

O pior: 5 Napkin Burger

Decepção em Boston

5 Napkin Burger - AntonioBorba.com

5 Napkin Burger é uma das novas “sensações” em hamburgueria. Uma cadeia “trendy”, “fashion” e com uma apresentação de encantar a vista, foi inserido em algumas listas do renomado guia Zagat, incluindo “2013  NYC Restaurants” e “Top Veggie Burguers“. O que me leva a pensar que talvez o 5 Napkin de NYC sera melhor do que os outros… (mais…)

Comente / Veja os comentários 5 Comentários »
  • 30 de junho, 2014

“Motoboy chuta espelho e se dá mal” – A História

Redes Sociais

Recentemente, as redes sociais, os grandes portais e os noticiários de todo o mundo começaram a circular meu vídeo, que viralizou. Ele conta a breve história do motociclista que viveu um momento de raiva em São Paulo e se deu muito mal.

Imagem de Amostra do You Tube

Se você quer compartilhar o vídeo, aqui vão os links oficiais:

O ocorrido foi muito simples… eu me deslocava rumo a um almoço com um cliente, em São Paulo, na sexta-feira dia 27/06. No Complexo Viário Ayrton Senna (túnel da JK), saindo na Pedro Álvares Cabral/Sena Madureira, foi onde ocorreu o acidente.

Logo antes do acidente, já havia se estabelecido uma longa discussão entre o “motociclista com conduta de motoboy” e o carro que, inadvertidamente, comeu um pouco a faixa, erro que parece cada vez mais imperdoável no trânsito de São Paulo. Ocorre que o motorista não foi displicente, tampouco invadiu a outra faixa. Tudo que ele fez foi desviar o carro um pouco do trajeto, de forma quase imperceptível, em um túnel longo em que a dirigibilidade já não é das melhores.

O “motoboy“, que sequer foi atingido, não perdoou. Iniciou uma sequência de xingamentos que foi absurda de tão interminável. Enquanto o carro se espremia junto à parede do túnel e freava, assustado, todo o trânsito para trás dos dois veículos ficou prejudicado. E eu seguia logo ali, presenciando tudo de um lugar privilegiado.

Já fazia quase um minuto que o motoboy estava xigando e acuando o motorista. Como o carro freava cada vez mais, o motoboy encostou a moto em um espaço de descanso dentro do túnel. Foi aí que eu imaginei: “vai dar merda“.

Imediatamente comecei a filmar e deu nisso. O vídeo ficou engraçado e virou símbolo para “instant karma“, ou, “lei da ação e reação“. O motoboy não se machucou seriamente, se levantou e continou xingando (acho que para não perder a “razão”). O carro seguiu, poucos metros à frente encontrou uma viatura da polícia e parou.

Claro, após atingir 1 milhão de views, eu não poderia deixar de postar uma versão comemorativa do vídeo. Chama-se “Tacale pau Marcos chutador de espelhos!” e homenageia o garotinho Marcos de SC, cujo áudio também viralizou na web, sendo utilizado para dublar inúmeros vídeos:

Imagem de Amostra do You Tube

Na sequência, vou escrever um post para explicar mais sobre o efeito viral e como funciona o copyright na Internet. Assine o feed e fique ligado!

Comente / Veja os comentários 14 Comentários »
  • 16 de junho, 2014

The Real Twin Peaks – Post Final

Viagens e Turismo

Este post encerra a saga da minha visita às locações reais de Twin Peaks, a série eternizada pelo diretor David Lynch. O objetivo é fornecer um índice para tudo que escrevi sobre o tema, links para sites externos de referência e dicas de outras atrações na região para quem deseja conhecer mais.

Índice

Abaixo seguem os posts sobre a minha série “The Real Twin Peaks“. Cada post tem seu álbum de fotos equivalente, que está relacionado.

  1. The Real Twin Peaks – Parte 1 – Snoqualmie: conheça a cidade de Snoqualmie e saiba como chegar ao marco zero das locações
    URL reduzida do post: http://bor.ba/TwinPeaks01
    Álbum no Flickr: http://bor.ba/TP01
  2. The Real Twin Peaks – Parte 2 – Great Northern Hotel: sugestão de hospedagem e primeiro contato com o deslumbrante cenário através do Salish Lodge
    URL reduzida do post: http://bor.ba/TwinPeaks02
    Álbum no Flickr: http://bor.ba/TP02
  3. The Real Twin Peaks – Parte 3 – Snoqualmie Falls: um dos grandes temas de Twin Peaks, as quedas são uma atração turística muito visitada
    URL reduzida do post: http://bor.ba/TwinPeaks03
    Álbum no Flickr: http://bor.ba/TP03
  4. The Real Twin Peaks – Parte 4 – Twin Peaks Sign Spot (“A Curva”): a famosa chegada do agente Dale Cooper à cidade, onde ficava a placa “Welcome to Twin Peaks”
    URL reduzida do post: http://bor.ba/TwinPeaks04
    Álbum no Flickr: http://bor.ba/TP04
  5. The Real Twin Peaks – Parte 5 – Ronette’s Bridge: Ronette escapou de Bob e foi encontrada, em farrapos, cruzando esta ponte
    URL reduzida do post: http://bor.ba/TwinPeaks05
    Álbum no Flickr: http://bor.ba/TP05
  6. The Real Twin Peaks – Parte 6 – Sheriff’s Station e Packard Sawmill: o departamento do xerife e a serraria Packard são pontos importantíssimos da história de Twin Peaks
    URL reduzida do post: http://bor.ba/TwinPeaks06
    Álbum no Flickr: http://bor.ba/TP06
  7. The Real Twin Peaks – Parte 7 – Double R Diner: o diner que eternizou a cherry pie e o café preto adorados pelo agente Cooper
    URL reduzida do post: http://bor.ba/TwinPeaks07
    Álbum no Flickr: http://bor.ba/TP07
  8. The Real Twin Peaks – Post Final: este post.
    URL reduzida do post: http://bor.ba/TwinPeaks08
    Álbum no Flickr: http://bor.ba/TP08

Ao visitar Snoqualmie e imediações, você poderá fazer check-ins muito especiais em suas mídias sociais, optando pelo nome real da localidade ou seu equivalente em Twin Peaks. Abaixo se encontram dois exemplos de telas de check-in do Facebook e Instagram, respectivamente. Dica – um dos lugares mostrados só existe no mundo de David Lynch:

Fazendo Check-In em Twin Peaks - AntonioBorba.com (mais…)

Comente / Veja os comentários Sem comentários »
  • 05 de junho, 2014

The Real Twin Peaks – Parte 7 – Double R Diner

Viagens e Turismo

A atração final do meu guia essencial para conhecer as locações da série Twin Peaks é, finalmente, um local para comer e relaxar, “Dale Cooper style“. Lugar que, para qualquer fã do mundo de David Lynch, estará para sempre associado com a épica frase:

“A damn fine cup of coffee.”

"A damn fine cup of coffee" - Double R Diner - AntonioBorba.com (mais…)

Comente / Veja os comentários 1 Comentário »
  • 26 de maio, 2014

The Real Twin Peaks – Parte 6 – Sheriff’s Station e Packard Sawmill

Viagens e Turismo

Dentro do roteiro Twin Peaks na cidade de Snoqualmie, WA, é possível visitar de forma simples e rápida duas das principais atrações da série:

  • Sheriff’s Station ou Sheriff’s Department: prédio utilizado como cenário externo e interno para muitos interrogatórios e cenas policiais;
  • Packard Sawmill: a serraria foi protagonista das marcantes cenas de abertura da série e parte importante das histórias pela disputa do poder na cidade de Twin Peaks. Ela existiu de verdade, entretanto foi demolida e apenas parte do prédio ainda está de pé.

Eu sugiro fazer esse roteiro logo após visitar a ponte de Ronette. O caminho é fácil e rápido de ser acessado a partir do Salish Lodge e o mapa com essa atração pode ser encontrado no meu post sobre o Twin Peaks Sign Spot. O indicativo atual de que você está na estrada correta é evidente- nesta foto, é possível ver a chaminé da serraria à esquerda e a placa para a DirtFish Rally School à direita:

Twin Peaks - Sheriff’s Station e Packard Sawmill - AntonioBorba.com

(mais…)

Comente / Veja os comentários Sem comentários »
  • 16 de maio, 2014

The Real Twin Peaks – Parte 5 – Ronette’s Bridge

Viagens e Turismo

Ronette’s Bridge é talvez uma das vistas mais “imponentes” entre as locações de Twin Peaks. Certamente não é a mais bonita, mas sua presença é impossível de passar despercebida. Um exemplo clássico aconteceu comigo, mais de uma vez inclusive: estava dirigindo do Salish Lodge até o Twin Peaks Sign Spot quando, de repente, no meio do caminho, tive aquela sensação “opa, esta é a ponte de Ronette“:

Twin Peaks - Ronette's Bridge - AntonioBorba.com

Na foto acima, é possível ver claramente o Mount Si por trás da estrutura metálica da ponte, cujo nome real é Reinig Bridge. E, logo abaixo, temos uma ideia melhor de como acessá-la. Uma grande surpresa é perceber que ela não está isolada no meio de uma trilha, mas sim exatamente ao lado de uma rodovia local, justamente a Reinig Road que leva à curva de Twin Peaks:

Twin Peaks - Ronette's Bridge - acesso - AntonioBorba.com

(mais…)

Comente / Veja os comentários 1 Comentário »
Página 1 de 2312345...1020...Última »

Vídeos Destaque

  • Recorde de Atari Superado em 2013 - Antonio Borba no SBT Brasil - 08/04/13
  • Antonio Borba fala sobre segurança de dados na internet ao Paraná TV - 05/04/2013
  • Ver Mais...