Categorias: Redes Sociais

“Motoboy chuta espelho e se dá mal” – A História


Recentemente, as redes sociais, os grandes portais e os noticiários de todo o mundo começaram a circular meu vídeo, que viralizou. Ele conta a breve história do motociclista que viveu um momento de raiva em São Paulo e se deu muito mal.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=YV8NBaqlPYo[/youtube]

Se você quer compartilhar o vídeo, aqui vão os links oficiais:

O ocorrido foi muito simples… eu me deslocava rumo a um almoço com um cliente, em São Paulo, na sexta-feira dia 27/06. No Complexo Viário Ayrton Senna (túnel da JK), saindo na Pedro Álvares Cabral/Sena Madureira, foi onde ocorreu o acidente.

Logo antes do acidente, já havia se estabelecido uma longa discussão entre o “motociclista com conduta de motoboy” e o carro que, inadvertidamente, comeu um pouco a faixa, erro que parece cada vez mais imperdoável no trânsito de São Paulo. Ocorre que o motorista não foi displicente, tampouco invadiu a outra faixa. Tudo que ele fez foi desviar o carro um pouco do trajeto, de forma quase imperceptível, em um túnel longo em que a dirigibilidade já não é das melhores.

O “motoboy“, que sequer foi atingido, não perdoou. Iniciou uma sequência de xingamentos que foi absurda de tão interminável. Enquanto o carro se espremia junto à parede do túnel e freava, assustado, todo o trânsito para trás dos dois veículos ficou prejudicado. E eu seguia logo ali, presenciando tudo de um lugar privilegiado.

Já fazia quase um minuto que o motoboy estava xigando e acuando o motorista. Como o carro freava cada vez mais, o motoboy encostou a moto em um espaço de descanso dentro do túnel. Foi aí que eu imaginei: “vai dar merda“.

Imediatamente comecei a filmar e deu nisso. O vídeo ficou engraçado e virou símbolo para “instant karma“, ou, “lei da ação e reação“. O motoboy não se machucou seriamente, se levantou e continou xingando (acho que para não perder a “razão”). O carro seguiu, poucos metros à frente encontrou uma viatura da polícia e parou.

Claro, após atingir 1 milhão de views, eu não poderia deixar de postar uma versão comemorativa do vídeo. Chama-se “Tacale pau Marcos chutador de espelhos!” e homenageia o garotinho Marcos de SC, cujo áudio também viralizou na web, sendo utilizado para dublar inúmeros vídeos:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=1wtUubxcJHM[/youtube]

Na sequência, vou escrever um post para explicar mais sobre o efeito viral e como funciona o copyright na Internet. Assine o feed e fique ligado!

14 comentários em “Motoboy chuta espelho e se dá mal” – A História

Outros Posts:

20/03/2013

Blended Shopping

Os termos e acrônimos utilizados na área de tecnologia parecem não ter fim, por isso não é incomum que possamos ouvir uma expressão de difícil entendimento ou que não produza lembrança imediata. Particularmente confusos são os termos como Social Commerce, F-Commerce e outros modismos de ...

Saiba Mais

05/05/2011

Debate sobre Marketing Viral na 91 Rock

No dia 27/04/11, fui convidado para debater na 91 Rock sobre Marketing Viral. O jornalista Álvaro Borba comandou o programa 91 Minutos, no qual participei com Guy Manuel. O tema é muito interessante e o bate-papo ajudou a esclarecer sobre como os vídeos virais surgem e se espalham pela web. Um ...

Saiba Mais

14 Respostas para “Motoboy chuta espelho e se dá mal” – A História

  1. Bruno disse:

    Ok, já era de se esperar, vindo de um brasileiro, egoísta como quase a maioria, você pode ter ganho com vídeo viral, mas é apenas isso também, mais de milhões de visualizações, e nem 200 inscritos no canal, é aí que você percebe que seu canal é um lixo, apenas seu vídeo viral que fez sucesso, jajá ninguém vai lembrar de você ou desse vídeo medíocre, e sua consciência como pessoa vai pesar, se é que você sente alguma bondade pelo outros né, porque pode-se ver claramente no vídeo a mensagem que você deixa para o motociclista, tenho pena de você playboy mimado.

    • Antonio Borba disse:

      Bom saber sua opinião, Bruno. Eu já esperava que você, que banca o pirata na Internet e copia vídeo dos outros, estava sendo educado e pedindo “por favor” apenas para conseguir seu interesse. Agora você revelou sua verdadeira personalidade, o que me diz que estou certo em não retirar a queixa. Eu não tenho canal com objetivo de ganhar dinheiro, meu negócio é outro, esse vídeo foi mero acaso e não pretendo a fama (ao contrário de você, cujo canal YouTube se valia de práticas ilegais para ganhar audiência – você sim busca a fama). Mas agora que você está me xingando em público, quero que saiba, como tenho seus dados, sei que mora na cidade de São Carlos, que posso dar queixa por injúria (pelo que está falando a meu respeito) e danos morais (pelo meu material que você copiou). Não se espante se daqui a alguns dias você receber uma notificação judicial, não há nada que não possa ficar pior.

      • Bruno disse:

        na internet tudo é copia mermão, e a única coisa que eu te pedi foi pra retirar a denúncia q vc fez, que por sinal me prejudicou muito pois há meses venho divulgando meu canal pra conseguir uma network, quando consegui não fui aprovado pq levei um strike de vc, e vc quer que eu seja legal e amigável mesmo vc não querendo retirar uma simples denuncia? e outra esse negocio q a junki vai te processar é balela véio, ninguem vai te processar por retirar a denuncia do meu canal, o que não poderia é vc retirar a denuncia e eu continuar com o vídeo, a única coisa q ia acontecer se vc retirasse essa denuncia, era meu canal voltar ao normal, não quero fama, pelo contrário, não tenho boas condições que pelo jeito vc deve ter e procuro outro meio pra poder aumentar um pouco minha renda, só quem sofre a pobreza na pele sabe o que é arrumar um meio pra ganhar dinheiro, não sou pirata nem nada, não copio vídeos com direitos autorais e jamais sabia que um video caseiro como esse iria ter direitos, ja pedi desculpa em relação à isso, mas cada pessoa tem sua cabeça. Sua consciência é seu mestre Antônio.

  2. Bruno disse:

    Cara,sua denuncia em meu canal por causa desse vídeo está me prejudicando, não pude fechar a parceria com uma network e meus vídeos não estão mais monetizando, ele está situação irregular por 7 meses, a não ser que vc retire a denuncia, por favor cara preciso que retire a denuncia, não tenho pretensões de postar novamente. agradeço

    • Antonio Borba disse:

      Bruno, eu já expliquei por email e vou responder pela última vez. Não adianta passar mais mensagens, pois não responderei novamente. Conforme eu falei, não posso retirar a denúncia por contrato assinado com a JukinMedia. Se eu fizer isso, posso ser processado por eles e não vou correr esse risco por sua causa, lamento.

  3. Ricardo Wielewski disse:

    No aguardo da próxima matéria, gostaria de mais informações sobre como proteger vídeos dessa turma que replica e se aproveita de vídeos alheios.

    Sobre o vídeo, que faro em meu amigo. Na hora certa e no momento certo!

  4. Neide disse:

    Da sua câmera dá pra ver a qual motoclube ele pertence? (O logo do colete)
    Obrigada

  5. Adriano disse:

    Trouxa você cara. Colocou os fatos de forma a transformar o motoqueiro num monstro e o motorista num pobre serzinho indefeso. Toda a narrativa justifica o motorista e inferioriza o motoqueiro. Não que eu ache correta a atitude do motoqueiro, mas sejamos imparciais.
    Outra coisa, o menino Marcos não é do RS e sim de SC.

  6. Alex Santos disse:

    Baita flagra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*