Viver é Fotografar?

Viver é Fotografar? AntonioBorba.comEm meu post anterior, O Poder da Gravação, discorri sobre a compulsão das pessoas em colecionar, gravar e documentar. Entre as maiores compulsões do ser humano moderno está o hábito de fotografar e filmar. Hábito que só aumenta, afinal celulares filmam e fotografam, as câmeras de fotografia também filmam e as câmeras de filmagem também fotografam.

O resultado prático é que em qualquer encontro, data especial ou simples saída, as pessoas fotografam sem parar. Parece que nossa existência não é mais válida se for apenas vivida, ela precisa ser documentada. É legal ter fotos como lembrança, mas não é melhor ainda não ter que se preocupar em fazer pose o tempo todo e simplesmente aproveitar os bons momentos?

Em férias, a situação é ainda pior. É normal andarmos com câmeras para cima e para baixo. Às vezes, não sabemos se filmamos ou fotografamos determinado momento. Quando inventarem uma câmera que filma e fotografa ao mesmo tempo, vai ser um sucesso (registrem essa ideia)! Depois que filmamos e fotografamos, ainda perdemos um tempão selecionando, tratando e fazendo upload. Quanto trabalho! Quantas horas gastas!

Às vezes, quando viajo, me pergunto se isso não está indo longe demais. É muito bom apreciar uma paisagem ou simplesmente passear pelas ruas de uma cidade desconhecida sem ter a obrigação de registrar cada momento. Eu também fotografo muito quando viajo, mas acho que isso já passou do limite. As melhores lembranças das minhas viagens estão na minha memória e não no meu Flickr.

3 comentários em Viver é Fotografar?

Outros Posts:

05/06/2014

The Real Twin Peaks – Parte 7 – Double R Diner

A atração final do meu guia essencial para conhecer as locações da série Twin Peaks é, finalmente, um local para comer e relaxar, "Dale Cooper style". Lugar que, para qualquer fã do mundo de David Lynch, estará para sempre associado com a épica frase: "A damn fine cup of coffee." Para a ...

Saiba Mais

04/04/2014

O Fantástico Simulador de Game & Watch

Quem viveu os anos 80 lembra-se dos fantásticos jogos portáteis do passado. Em uma época em que não existiam Game Boys ou PS Vitas, os Nintendo Game & Watch eram reis, isso para não falar de outras marcas que fabricavam os joguinhos portáteis com telas LCD ou LEDs (não tela de LED, mas si ...

Saiba Mais

3 Respostas para Viver é Fotografar?

  1. thadeu brenny filho disse:

    deixam de sentir o ambiente (as cores, o andar descompromissado, os cheiros e sons) somente os vendo paelo monitor das cameras ! … e depois, em casa, ninguém aguenta horas e horas de filmes e fotos!

  2. Pingback: O Poder da Gravação | Antonio Borba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*