Categorias: Magic Run

Garmin Forerunner 620 – Alta Tecnologia em GPS Fitness


Garmin Forerunner 620, ou somente FR620, é o último lançamento da Garmin em GPS Fitness ou, mais precisamente, para corridas de rua e ciclismo. Prometendo a mais alta tecnologia já vista em um GPS de pulso, o FR620 traz uma novidade chamada HRM-Run – trata-se de um acelerômetro instalado dentro da cinta medidora de frequência cardíaca que monitora as seguintes métricas:

  • Cadência: em passos por minuto
  • Oscilação Vertical: medida em cm, é a distância que seu corpo se movimenta verticalmente a cada passada
  • Contato com o Solo: registrado em milissegundos, é o tempo que seu pé fica em contato com o chão a cada passada.

Garmin FR620 - Embalagem Original - AntonioBorba.com

Eu comprei meu FR620 na loja GPS Store tão logo foi lançado no Brasil. Recomendo o fornecedor, pois é uma revenda oficial que vende produtos originais da Garmin com garantia nacional. A assistência técnica é prestada por uma empresa do mesmo grupo, a Teodonível.

Acompanhe a seguir todas as novidades do GPS que testei em primeira mão.

Principais características do FR620

O kit completo do GPS da Garmin contém, além do FR620, os seguintes itens:

  • Nova cinta com tecido: muito confortável, a cinta do modelo 620 possui um tecido cinza. É a melhor que já usei.
  • Transmissor HRM-Run: atenção, há uma versão econômica que não acompanha o HRM-Run, portanto verifique antes de comprar. O transmissor que possui acelerômetro é identificado pelo símbolo em branco do homem correndo – na foto, está ligeiramente escondido atrás da fivela do GPS
  • Cabo GPS: completamente diferente dos modelos anteriores, com encaixe proprietário no aparelho de pulso
  • Manuais: em diversos idiomas, certamente servem para tornar a caixa mais pesada.

Garmin FR620 - Kit Completo - AntonioBorba.com

A primeira característica notável do aparelho é que, além de leve, seu design é completamente novo. A pulseira é feita em um plástico macio que proporciona um excelente conforto, ao contrário do material mais rígido dos modelos anteriores. Um sistema especial de fixação no corpo do relógio permite a abertura completa da pulseira. Os botões também foram remodelados e são muito macios, resultando em maior precisão no acionamento. A tampa inferior é de plástico, eliminando o problema de ferrugem que ocorria no modelo 610. Em resumo, é um aparelho totalmente original.

Garmin FR620 - Tampa Traseira - AntonioBorba.com

Porém, o mais importante são as novas funções do FR620, certo? Portanto, vamos direto ao assunto. Neste post não vou falar das funções básicas de um GPS de corridas como marcação de velocidade/pace, workouts, etc. Se você quiser saber mais sobre elas, leia meus artigos sobre os modelos anteriores Forerunner 610 e Forerunner 410.

Métricas avançadas HRM-Run

Vamos a elas! As métricas são o grande atrativo do novo 620, e elas são exibidas em uma tela especial chamada Running Dynamics que pode ser ativada ou desativada de acordo com a preferência do usuário. Já que ela só aparece após a ativação de um treino, eu roubei um print dessa tela do DC Rainmaker, que é a verdadeira autoridade em GPS Fitness e escreveu um review detalhadíssimo sobre o FR620 (aviso: texto em inglês e muito longo):

Garmin FR620 - Métricas HRM-Run - AntonioBorba.com

Garmin FR620 - Métricas HRM-Run App - AntonioBorba.com

Na foto acima, é possível ver claramente as métricas Cadence, GCT (Ground Contact Time) e Vertical Oscillation.

Meu primeiro teste real foi um treino médio de 6K a pace sub-5. A seguir, você lerá um pouco sobre cada métrica e os valores que eu encontrei.

Obs.: o gráfico à esquerda é um print do app Garmin disponível para Android e iOS – veremos mais a respeito dele na sequência.

Cadência: média de 163 spm (steps per minute ou passos por minuto). É importante para otimizar a corrida obter um alto número de passos. Corredores iniciantes tendem a projetar passos longos, aumentando o impacto e diminuindo a eficiência. Porém, essa métrica está diretamente relacionada à velocidade.

Oscilação Vertical: 8.8 cm. É fundamental que o corredor possa projetar seu esforço na horizontal, minimizando o “bounce” ou oscilação vertical. Eu pude perceber claramente que no início do meu treino essa métrica permanecia em 8,4cm, aumentando para mais de 9cm ao final, quando estava cansado e a técnica de corrida degenerava.

Ground Control Time: 266 ms. O GCT é um importante indicador de eficiência considerando que quanto menor o tempo de contato com o solo, maior é a eficiência da passada.

Em resumo, as métricas são interessantes, porém temo que devam sofrer pouca variação ao longo dos treinos, sendo possivelmente características difíceis de serem mudadas.

Vale imaginar como os técnicos de assessorias esportivas poderão estudar e tirar proveito dessas informações para aperfeiçoar o treino de seus alunos.

Eu mal vejo a hora de realizar um treino forte com tiros a pace sub-3 para poder avaliar como estão as minhas métricas. Afinal, em velocidades mais altas, elas fazem toda a diferença na performance.

Em tempo, a Garmin disponibiliza uma tabela que relaciona as métricas com o condicionamento de cada atleta, com as mesmas cores da tela do GPS.

A escala vai do vermelho (possivelmente uma técnica ruim), passando pelo verde (mediana) até o roxo (excelente). Minhas métricas ficaram situadas todas na faixa verde:

Garmin FR620 - Tabela para Métricas HRM-Run - AntonioBorba.com

Fica a dúvida: até que ponto o cansaço tem relação com essas métricas, uma vez que nesse dia em especial eu estava bastante esgotado e com sono atrasado? Isso saberemos nos próximos treinos com variações de estímulos. Para obter maiores detalhes, aqui vai o link para meu treino completo no Garmin Connect.

A partir dessas métricas, o FR620 se dispõe a fornecer dados sobre VO2 máximo estimado (obtido através de um algoritmo) e, com base no VO2, uma previsão de tempo para diversas provas:

Garmin FR620 - VO2 Max - AntonioBorba.com

Garmin FR620 - Race Predictor - AntonioBorba.com

Cabe observar que o resultado do VO2 pode não ser preciso, a não ser que o treino seja feito em uma boa condição de descanso. Afinal de contas, em 2013 eu realizei um exame de ergoespirometria – esse sim com precisão científica e feito em uma esteira com sensores adequados – em que meu VO2 acusou 57, enquanto um exame anterior chegou a 61 ml. Embora o VO2 possa sofrer variação, ele possui um componente genético e não poderia modificar tanto. Portanto, ao longo dos próximos treinos, veremos como essa métrica se comportará.

A previsão de tempos de prova é feita tão somente com base em uma tabela que relaciona o VO2 com tempos aproximados, considerando a idade do corredor. Portanto, ela não leva em conta fatores como preparação muscular ou treinamento específico para certo tempo de prova. No caso acima, cabe dizer que meu tempo nos 5K já chegou a 20min, enquanto que, mesmo que eu queira fazer uma maratona, não tenho condicionamento físico nem preparo para atingir o tempo  sugerido de 3h31m. Também estou curioso portanto, de observar como esses números previstos irão mudar com o acúmulo dos treinos.

Por fim, a última métrica digna de destaque é o tempo de recuperação – ainda preciso entender como isso é calculado pois, logo após o treino, ao verificar o tempo sugerido de 72 horas, fiquei espantado. Meu primeiro pensamento foi: “esse relógio deve estar achando que estou muito fora de forma“. A cada vez que essa métrica é acessada, ela mostra uma contagem regressiva de quanto falta para a recuperação completa:

Garmin FR620 - Recovery Time - AntonioBorba.com

Bullying digital à parte, essa métrica precisa ser melhor compreendida, pois me parece um pouco irreal, e percebi que nos testes do Rainmaker foi sugerido o mesmo tempo para ele.

Gamificação

Um recurso muito interessante do FR620 eu chamei de gamificação. Para entender melhor esse conceito, sugiro a leitura do artigo no Magic Blog a respeito. Basicamente, trata-se de uma forma de incentivo ao uso através da aferição de badges a cada conquista ou meta superada.

O FR620 faz isso de uma forma muito interessante – novamente, “emprestei” as imagens do Rainmaker pois fiz apenas um treino com o GPS até este momento. Tudo começa após o treino, com a tela de “Save“. Há a opção de manter ou descartar o resultado, o que é muito interessante para eliminar falsas marcações, como por exemplo, apertar o start sem querer:

Garmin FR620 - Save Screen - AntonioBorba.com

Em seguida, o equipamento analisa seus resultados anteriores e concede uma medalha virtual para cada conquista, podendo haver várias na mesma sessão de treino. Teoricamente, o relógio também baixa seus resultados anteriores do Garmin Connect para incluir na comparação, o que não deixa de ser divertido:

Garmin FR620 - Longest Run - AntonioBorba.com

Garmin FR620 - Fastest Mile - AntonioBorba.com

 

Conectividade e Conclusões Finais

Outras funções excepcionais do FR620 referem-se à conectividade e aos recursos para transferência de dados, sendo esse o GPS mais interativo da Garmin até o presente momento. Porém, isso será tema de outro artigo em que tratarei do assunto em detalhes. Também escrevi um post a respeito das diferenças entre o 620 e o 610, para que usuários do modelo mais antigo possam considerar se vale fazer o upgrade.

A questão é: com preços tomados de um revendedor oficial como a GPS Store, temos o FR410 a R$ 1.000,00, o FR610 a R$ 1.440,00 e o FR620 a R$ 1.700,00. Nesse cenário, fica claro que, para o usuário iniciante ou que não fica mexendo em recursos durante os treinos, o 410 é mais vantajoso, pois as funções básicas de métricas de corrida estão todas lá. O única aspecto que não gosto no 410 é o fato de que o aro é temperamental e difícil de controlar no touch (fora o fato de estar saindo de linha). Há modelos ainda mais básicos na faixa de R$ 600,00, porém não me agrada a limitada funcionalidade que apresentam.

Já para o usuário que deseja um GPS melhor de lidar diretamente “em campo” e configurar durante os treinos, o ideal é sair da linha de aros touch que encerra no 410 e partir para a série de display touch que inicia no 610. Mas aí vem a questão crucial: por menos de R$ 300,00 de diferença, você não ficaria com o 620?

Para complicar um pouco mais a situação, a Garmin também lançou no Brasil o FR220 a R$ 1.300,00, que traz visor colorido com o novo software do 620, exceto que o display não é touch, sendo a navegação feita através de botões. E claro, também não dispõe das métricas avançadas. Na minha opinião, o valor ainda está considerando a falta de recursos. Aparentemente para compensar isso, o GPS foi lançado com cores atraentes, visando posicionar o produto para um público feminino.

Concluindo, se fosse apenas pelas métricas avançadas, eu diria que poucos atletas vão realmente tirar proveito do FR620. Fato é que o novo GPS é melhor que o 610 em muitos aspectos, portanto, eu jamais consideraria comprar o 610 com uma diferença de valores tão baixa. No meu ponto de vista, o posicionamento de mercado do 610 deveria ser em torno de R$ 1.200,00, com o 410 custando cerca de R$ 850,00. Aí sim teríamos patamares bem distintos de preços x recursos.

Recomendação final: escolha o 410 ou vá direto para o 620. Lembre-se que o 410 está saindo de linha, mas ainda vale a pena pelos recursos apresentados.

302 comentários em Garmin Forerunner 620 – Alta Tecnologia em GPS Fitness

Outros Posts:

24/05/2013

Por Que Você Não Deve Fechar seu Mural no Facebook

Um dos maiores problemas de quem utiliza o Facebook é saber como definir suas configurações de privacidade de forma adequada. Com o aumento do número de amigos, com muitos dos quais temos relações superficiais, comerciais ou de meros "conhecidos", fica ainda mais complexo definir o que pode se ...

Saiba Mais

27/03/2013

Atari Flashback 1 a 4 – Review Definitivo

Atari Flashback representa uma série de consoles dedicados lançados pela Atari a partir de 2004, aproveitando a grande era retrô/vintage que renasceu com muita força no novo milênio. Após constatar que havia uma grande geração órfã e carente de reviver os sentimentos nostálgicos dos video ...

Saiba Mais

302 Respostas para Garmin Forerunner 620 – Alta Tecnologia em GPS Fitness

  1. Jorge Gonçalves disse:

    Boa noite Antonio quando termino um exercício (corrida) e depois de guardar exercício relógio tem reiniciado, na última recarga relógio começou emitiu um sinal sonoro +/- durante 5′.
    O que poderá ser?
    O que aconselha?
    Grato pela atenção
    Jorge Gonçalves
    Abraço

  2. Jorge Gonçalves disse:

    Boa noite Antonio,tenho Garmin fourunner 620,ao finalizar exercícios e depois de guardar a sessão tem reiniciado,o que será?
    Tenho instalado firmware 3.30e gps3.50 serão essas as últimas atualizações.
    Feliz Ano De 2019, abraço.

  3. Elaine disse:

    Boa tarde
    Todo Garmin forerunner 620 há a possibilidade
    da mudança para opção ciclismo?
    Assisto os vídeos no YouTube mas não consigo
    Identificar no meu relógio essa opção

    • Antonio Borba disse:

      Elaine, tem. Se você não achou é porque não fez update para o último firmware. Atualize o Garmin e mude o perfil antes de iniciar o esporte, para um perfil de ciclismo.

      • Elaine disse:

        Não tenho como te agradecer, muito obrigada mesmo. Você foi a única pessoa que lembrou da atualização do relógio. Já estava desistindo, já havia perguntado para umas 4 ou 5 pessoas e nada. Estava achando que como havia comprado o relógio logo que foi lançado, que não havia essa opção. Eu seguia os vídeos do youtube mas não aparecia para mim as opções para mudança de atividade. Tenho o relógio há 4 ou 5 anos e eu simplesmente NUNCA fiz uma atualização. Não sabia nem que era possível. Estou envergonhada e feliz ao mesmo tempo. Agora sim. Já estou com atividade bicicleta no relógio e irei testá-lo amanhã.

        • Antonio Borba disse:

          Elaine, puxa vida, hehe. Não se preocupe, fiquei contente em poder ajudar. Me desculpe levar anos para responder seu comentário! Espero que tenha dado certo e esteja utilizando todo o potencial do GPS. Bons treinos! Abraço

  4. CICERO disse:

    Boa Noite, Antonio
    eu mudei o meu roteador, vou tentar fazer isso que você falou.
    Obrigado Pela atenção.

  5. CICERO disse:

    Boa Noite, Antonio
    Eu tenho um relógio Garmin Forerunner 620,quando tento transferir as atividades do relógio para o Computador, aparece está mensagem:
    Falha na ligação.Prima a tecla Connect para tentar novamente. Alguém pode me ajudar

  6. Jorge disse:

    Boa tarde Antonio,no passado Domingo, participei numa prova de 12 km, até ao km 11, garmin 620 esteve impecável,mas o último km apresentou um problema, registrando mais 940 metros, até ao km 11 as passagens estavam bem + metro-metro batia certo com as marcações da organização.
    Além de ter apresentando médias no último km de 2:34 km 12 e 2:27 km os últimos 940.
    O que podera ter acontecido?
    Relogio está atualizado.
    Desde já grato pela disponibilidade.

    • Antonio Borba disse:

      Olá Jorge! Eu só posso entender que você passou por um viadutou ou área de sombra devido a prédios, e o GPS perdeu o sinal. Não vejo outra explicação!

      • Jorge disse:

        Boas Antonio, por acaso não passei nem por viaduto nem sóbrio, perdendo o sinal não seria o mais correto iniciar novamente onde tinha perdido,dando menos distância?
        No caso em concreto apresentou maior distância, isso é que acho estranho.

        Abraço e grato pela disponibilidade.

        • Antonio Borba disse:

          Jorge, a perda ou interrupção do sinal ocasiona medições anômalas. Se ele mediu maior distância por uma aferição incorreta, vai marcar maior velocidade mesmo. Se o problema se repetir, é possível que o GPS esteja com defeito. Abraços

  7. Alcides Sabino Santos Filho disse:

    Preciso de assistência técnica para garmin 620

  8. Jorge disse:

    Boas Antonio, tenho um garmin 620 com cinta torácica, cinta que tem apresentado valores altos,198 quando máximo seria de 186.
    Quando apresenta esses valores,sinto que estou bem,conversando com colegas de treino.
    Em repouso batimentos 55/56.

    Podera ser alguma avaria da cinta?

    • Antonio Borba disse:

      Jorge, não tenho certeza de que entendi sua pergunta, se sua cinta está apresento picos (spikes) no gráfico ou se o seu BPM que está alto mesmo. Mas a cinta precisa ser lavada com sabão a cada 7 dias para tirar o sal, senão causa leitura errada.

      • Jorge disse:

        Boas António, meu BPM é alto,mais tem apresentado picos altíssimos, às vezes acima dos 200.
        Vou seguir a dica é lavar com sabão,costumo passar por água corrente.
        Depois digo algo,obrigado pela dica.
        Abraço

      • Jorge disse:

        Boas como indicado,lavei com sabão, hoje participei num trail e BPM a197, ia bem conversando com amigos.
        Deve ser avaria do transmissor.
        Vou experimentar outro transmissor (Sigma), só para controlar os BPM , se eles emparelharem.
        Desde já grato.

        • Antonio Borba disse:

          Jorge, desculpe a demora nesta resposta. Eu não havia visto o comentário. Se der certo com o novo transmissor, por favor avise.

          • Jorge disse:

            Olá António,desde já grato pela ajuda, tentei emparelhar cinta sigma com garmin 620, não emparelha.

            Vou ter comprar outra cinta garmin para 620.
            Abraço

          • Antonio Borba disse:

            Jorge, no meu Garmin, eu comprei uma cinta SOFT STRAP da Polar, bem barata, encaixei o transmissor da Garmin, mas no caso o problema era na cinta e não no transmissor.

          • Jorge disse:

            Olá António, comprei outro cinta e sensor garmin
            A função oscilação vertical, não dá.
            Quando comprei perguntei se era compatível com 620 e resposta foi afirmativa, depois de verificar que não marcava oscilação vertical, liguei ao vendedor a perguntar o porque, e foi dito que para todas as funções deveria ter sido outro sensor, mas se é compatível pensei que dava toda as funções.

            Numa próxima já sei como fazer,lol..

            Grato por toda amabilidade.

          • Antonio Borba disse:

            Jorge, eu que agradeço por compartilhar conosco. Eu acredito que as métricas HRM sejam proprietárias da Garmin, já o resto deve funcionar com outro sensor. Mas eu utilizo cinta da polar com sensor Garmin mais o 620 e vai bem. O segredo, de fato, está no sensor HRM. Abraços

    • Giuliano Nascimento Veiga disse:

      Olá, bom dia

      Tenho uma cinta que começou a apresentar problemas… ao correr, ela começava a disparar o BPM.. chegou até 250bpm… e msm assim, não estava cansado e nem ofegante.. parava um pouco e normalizava…

      Enfim, depois descobri que o transmissor estava entrando agua e oxidando os circuitos… Dai ele parou de vez. o FR620 não achava mais a cinta.

      O ideal é lavar somente a cinta e não o transmissor.

      Ainda estou com ele lá. Ontem a noite lavei a placa com alcool isopropilico pra remover o excesso de oxidação e hj vou testar pra ver se ele vai voltar a funcionar ou terei que comprar outro.

      • Jorge disse:

        Olá Giuliano,desde já grato pela dica, lavei a cinta com a indicação,hoje 7/8/ participei num trail e lá aconteceu novamente,BPM a 197, ia bem conversando sem sofrimento.
        Deve ser avaria do transmissor.
        Obrigado

      • Jorge disse:

        Olá Giuliano, deu resultado lavar com álcool, conseguiu ressuscitar o sensor .

        Às vezes relogio encontra o sensor outras não, é quando encontra os batimentos cardíacos não aparecem, mais as outras funções estão lá todas.

        Enfim,

        Comprei outro sensor garmin e cinta, mas o mesmo a função oscilação não trabalha,era compatível segundo vendedor, mas nem todas trabalham.

        Abraço.

        • Giuliano Veiga disse:

          Opa.. bom dia
          O meu voltou a funcionar, o relogio achou o transmissor, e tá ok. mas às vezes falha um pouco e aumenta o BPM.
          Vou comprar outra cina pra caso essa pare de vez. uma vez entrando agua, sempre vai entrar..

  9. Caroliny disse:

    Boa noite,

    Meun garmin 620 não está marcando o km correto. Tenho um polar e ele marca o km certinho. Será que é configuração?

  10. Anderson disse:

    Olá boa noite Borba. Parabéns pelo site. Tirou várias dúvidas.
    Bom, sou corredor amador e estou muito à fim de comprar um relógio com GPS. Estou em dúvida entre o 220 novo e o 620 usado. Pra mim o principal problema é $$$.Achei 620 usado no ML e gostaria de saber se tem como saber a procedencia do relógio pelo numero de série…. se é recondicionado. Tem alguma dica nesse sentido? O que devo verificar nele?

    • Antonio Borba disse:

      Olá Anderson, desculpe, mas não tenho conhecimento sobre a tratativa dos números de série da marca. Também não vejo problema em adquirir um 620 usado, é bem comum que estes equipamentos durem anos a fio. Abraços

    • Giuliano disse:

      Opa.. cara.. de preferencia pra um novo… o 620 ta saindo por 1100 a 1200 ai na Net.. comepnsa demais, já que vc terá garantia e num usado, vc vai ter q confiar que o cara usou certinho, a bateria não está viciada e não possui arranhados ou faltando acessórios.
      Já comprei um 405 usado, durou 2 anos mas a bateria dele não tava la grandes coisas.. me deixou na mão qdo fui correr 18km.. dai comprei o 620 e estou a 2 anos com ele.. top.. vc vai gostar.. vale demais o investimento.

      Aproveite que o 620 está caindo de preço nas lojas (walmart, sportsonline, americanas..etc.)

      t+

  11. Thiago disse:

    Ola tudo bem?
    Muito bom esse seu site parabens. Preciso de uma ajuda. Comprei o meu FR620 e em casa o GPS nao funciona mesmo, porem quando saio de casa o GPS demora cerca de 20 minutos e quando localiza nao permite ficar mais do que 5 minutos conectado que logo cai o sinal. Estou preocupado, pois entendi nos post aqui do pessoal que saindo de dentro do apto o GPs encontraria rapido o sinal. Me ajuda?

  12. Jorge Costa disse:

    Boa tarde meu caro . Excelente a sua página . Muito completa . Vc acredita que o620 ainda é uma Boa compra ? Tenho um 410 que começa a dar sinais e fraqueza e o 630 parece ser uma passo maior do que as pernas , financeiramente kkkkk. Desde ja obrigado pela atenção atenção parabéns pelo blog .

    • Antonio Borba disse:

      Jorge, bom dia. O 630 parece tão complicado que me deu até preguiça, hehe. Infelizmente, não posso opinar neste momento, estou feliz com o 620 e me atende em tudo. Valeu meu caro. Abraços

  13. Julio disse:

    Boa noite Antonio, parabéns pelo seu trabalho. Meu garmin 620 não sincroniza com o app garmin connect do meu celular, fica tentando parear mas nada. Tem alguma dica que possa me ajudar?

    • Antonio Borba disse:

      Julio, obrigado. Isso é meio chato mesmo, mas não nunca tive problema. Atualizar o app mobile pra última versão, ligar/desligar Bluetooth, atualizar o Garmin para última versão, é o que eu faria.

  14. Daniela disse:

    Antônio, meu 620 está marcando uma hora e dia louco e o cronômetro esta inacessível! Da uma informação adq. 1 localiz. para cronômetro. Não consigo acessar o menu do relógio para acertar a hora é dia. Poderia me ajurdar? Estou desesperada.

  15. Alessandra Moreira Pereira Lobo disse:

    Boa noite, Antonio!
    Por favor, me ajude!
    O meu forerunner 620 está aparecendo a mensagem para Adquirir 1 localização. Vi as respostas abaixo sobre o problema e segui os passos de hard reset…de fato voltou a configuração inicial.Escolhi o idioma, peso, altura, sexo, ano de nascimento e quando terminei, aguardei uns minutos e nada….o sinal do GPS continua vermelho e piscando e quando aperto o botão do cronometro a mensagem aparece novamente!!! Por favor, me ajuda!!!!!
    Muito obrigada pelo excelente trabalho!!!!

    • Antonio Borba disse:

      Alessandra, queira desculpas mas eu não vi sua mensagem, somente hoje. O relógio me parece estar com defeito, acredito que seja um caso para assistência técnica. Obrigado pela mensagem, desculpe não poder ajudar! Só veja se você está tentando adquirir o sinal GPS fora de casa.

    • Rely disse:

      Olá, o meu Forerunner 620 também estava apresentando esse erro. Solucionei apenas saindo do apto com ele, quando detectou o GPS o relógio acertou as horas sozinho e habilitou para corridas. Isso pode ter acontecido por conta de tê-lo deixado guardado por muito tempo (castigo pela preguiça… rsrs). Boa sorte com o seu.

    • Rafael disse:

      Estou com o mesmo problema.
      Já resetei e de nada adiantou. O garmin continua mandando a mensagem para Adq 1 localiz, seja para ligar o cronômetro ou até pra mudar o horário do relógio que está errado.
      Qual contato da assistência técnica? Como faço pra ele voltar a funcionar?
      O problema aconteceu por ter ficado uns meses desligado.
      Obrigado

  16. Caríssimo Borba.
    Mais uma vez parabéns pelo seu belíssimo trabalho, que se pode dizer de conteúdo comunitário.
    Agora só resta tirar um tempo para aprender contigo as lições transmitidas.
    Mas o que me traz aqui ainda, é o fato de duas pessoas se queixarem de que carregaram seus FR 620 no computador e acabou dando problema.
    como vc sabe, já estou no 4º garmin justamente por problemas semelhantes.
    Segundo sua orientação – carregar pelo usb e lavar o dispositivo – até agora não registrei nenhuma alteração. Todavia, com estas últimas manifestações me preocupei novamente.
    grandioso abraço