Não Orkutizem o Instagram


O Instagram, até o presente momento, tem uma característica de mídia social seletiva – conteúdo genuinamente interessante e diferenciado do que existe no Facebook, uma rede que por sua vez demonstra altos índices de orkutização (leia o post linkado para referência).

Porém, ao observar cada vez mais, na timeline do meu Instagram, imagens como esta, eu começo a ficar verdadeiramente preocupado:

Não Orkutizem o Instagram! AntonioBorba.com

Esse tipo de conteúdo tem se repetido em uma rede social que até então estava “isenta”. O que acontece, afinal?

Instagram
X
Usuário

Antes de discorrer sobre maus exemplos de uso das redes, cabe entender os motivos pelos quais o Instagram se posicionou de forma inteligente, sobretudo, para evitar esse tipo de situação, e como o usuário tem conseguido estragar com o conceito, através do “jeitinho“.

Ausência de interface web

  • Inteligência: o Insta foi criado para uso no celular e pronto. Não possui nem mesmo versão tablet (entretanto, a versão phone pode ser usada no tablet). Tal medida objetiva incentivar a postagem de fotos pessoais (veja bem: FOTOS PESSOAIS), aquelas tiradas com o celular do usuário, como era o Facebook nos velhos tempos;
  • Jeitinho: as pessoas estão enviando aos seus celulares montagens, correntes, brincadeiras e todo tipo de imagem que não é uma foto pessoal. A fácil interligação do celular e do computador através da nuvem está tornando isso cada vez mais simples. Portanto, esse tipo de conteúdo está pipocando no Instagram.

Não há repost

  • Inteligência: a ausência de reposts (como retweets ou compartilhamentos) garante que cada usuário enviará um conteúdo exclusivo para a rede em vez de compartilhar de terceiros. Como benefício, você verá mais conteúdo original e interessante em sua timeline, sem ser forçado a ver a mesma coisa repetidas vezes;
  • Jeitinho: as pessoas estão retirando conteúdo do Facebook e postando no Instagram, de forma que agora temos que ver a mesma “zoeira” em duas redes diferentes. Como, ao contrário do Facebook, o Instagram não tem ferramenta para verificação de conteúdo duplicado (pela ausência do repost oficial), a tendência é começarmos a ver mais e mais do mesmo até que os desenvolvedores sejam forçados a tomar alguma providência.

Timeline sem algorimo

  • Inteligência: o algoritmo EdgeRank do Facebook determina o que cada usuário verá em sua timeline. De certa forma, isso é necessário dado o volume de feeds, porém não sem controvérsias. O Insta ainda proporciona uma timeline completa de todos os seus amigos, o que é um grande privilégio que garante que você não perderá nenhuma postagem;
  • Jeitinho: as pessoas podem forçar os desenvolvedores do Instagram a modificar essa política, uma vez que o excesso de conteúdo fora de contexto vai acabar obrigando a ter um botão “hide” ou incentivar algoritmos de polarização, que são extremamente prejudiciais para a democracia do conhecimento.

Flood

  • Inteligência: o Instagram foi concebido para que o usuário poste fotos selecionadas, ou “aquela” foto significativa. Por esse motivo, não possui criação de álbuns ou outras formas de oganização de conteúdo. O segredo está na simplicidade;
  • Jeitinho: há usuários postando sequências de fotos, floodando a timeline de seus seguidores em uma bela demonstração de falta de etiqueta digital. Convenhamos, gente: mais do que 2 ou 3 fotos próximas, em situações ocasionais, já é exagero. Quando isso se repete, a melhor recomendação é o botão UNFOLLOW.

Chat

  • Inteligência: o Instagram não possui mecanismos eficientes para chat ou conversas, justamente um dos motivos que torna sua utilização “light”;
  • Jeitinho: postar comentários sobre fotos é legal, demonstra interesse. Porém, insistência em tabular conversas através dessa rede social pode transformá-lo em um chato a ser evitado. Cuidado!

Os maus exemplos PESSOAIS

Eis, portando, alguns exemplos do que NÃO POSTAR:

Os memes e mensagens tolas:

Mensagens Tolas - Não Orkutizem o Instagram! AntonioBorba.com

As piadinhas:

Piadinhas - Não Orkutizem o Instagram! AntonioBorba.com

As indiretas e mensagens com complexo de perseguição e recalques (aliás, era só isso que faltava mesmo):

Indiretas - Não Orkutizem o Instagram! AntonioBorba.com

Poderíamos também discorrer sobre usuários que publicam repetidamente o mesmo tipo de foto, cansando sua audiência. Mas esse post não tem como objetivo criticar questões subjetivas: gosto é uma coisa pessoal e cada um deve ter a liberdade de se comportar como deseja, independente de critérios de popularidade. Levando isso em conta, cabe dizer que os exemplos acima, independente de gosto individual, certamente devem ser evitados.

Os maus exemplos COMERCIAIS

Quando se trata de uma empresa, é ainda pior cometer gafes nas mídias sociais. E, assim como no Twitter no próprio Facebook, antes de haver maior diferenciação entre páginas pessoais e comerciais, muitas empresas estão fazendo isso:

A técnica do "seguir para ser seguido" - Não Orkutizem o Instagram! AntonioBorba.com

Sim, é a velha e manjada técnica do “seguir para ser seguido“, agora aplicada ao Instagram. Uma breve entrada no perfil dessas empresas revela de forma clara o amadorismo – um número baixo de seguidores para um número alto de “seguidos”:

A técnica do "seguir para ser seguido" - Não Orkutizem o Instagram! AntonioBorba.com

A técnica do "seguir para ser seguido" - Não Orkutizem o Instagram! AntonioBorba.com

Nunca siga uma empresa dessas, a não ser que você já a conheça. A estratégia correta para uma empresa obter seguidores no mundo do Instagram certamente não é essa. Considerando que anúncios nessa mídia ainda não estão consolidados no Brasil, uma sugestão melhor, além da divulgação off-line e em outras mídias sociais, é vincular o Insta a outros sites. O exemplo abaixo é de um plugin incorporado ao blog da Academia Swimex:

Instagram da Swimex - A Forma Certa - AntonioBorba.com

Isso tudo sem falar do conteúdo… Instagram não é lugar para propaganda comercial descarada. As empresas que entram nessa rede precisam se alinhar com o estilo de vida do seu público, publicando fotos pessoais, de seus eventos, colaboradores e consumidores, ou ainda, buscar uma pegada motivational, útil ou, melhor ainda, “inspiracional“.

Conclusão

Vamos considerar por alguns instantes a opinião que o resto do mundo tem de nós, povo brasileiro. Somos vistos como “gafanhotos da internet“, um povo que arrasa e destrói as comunidades on-line devido à falta de educação e bom senso, além de um sentimento nato de procurar obter vantagem em tudo. Se você duvida, há 8 anos atrás, em 2006, o Meio Bit já falava sobre isso: Você é brasileiro? Parabéns, você é considerado escória digital.

De certa forma, eu acho vergonhoso que essa fama seja cada vez mais devida. O crescimento da intolerância na Internet é um sintoma claro disso, tanto é que muitos bloggers estão desabilitando comentários abertos e diversos YouTubers já fecharam os comentários de seus canais.

Portanto, brasileiros, aí está mais uma rede pode ser boa ou ruim em um curto espaço de tempo. Cabe a nós policiarmos isso com duas medidas bastante simples:

  1. Não publique besteira no Instagram – mantenha a rede para suas fotos pessoais dentro do que o bom senso determina. Se coloque no lugar do seu seguidor;
  2. Unfollow – deixe de seguir aqueles que não pregam isso. Logo, eles estarão falando com o limbo.
5 comentários em Não Orkutizem o Instagram

Outros Posts:

17/02/2013

Golden Retriever & Border Collie – DONOS ENCONTRADOS

Pessoal, Familiares localizaram nas regiões do Mossunguê, Campo Comprido ou Ecoville dois cachorros mansos que devem ter fugido. São um Golden Retriever e um Border Collie. UPDATE FINAL FELIZ: os donos dos dogs viram um cartaz no pet shop. Foram até nossa casa e resgataram os bichos. Obri ...

Saiba Mais

12/07/2011

Corrida de Rua: Prazer x Obsessão

Domingo, dia 10 de Julho, completei os 21Km da Meia Maratona de Curitiba. Foi um ponto alto na minha rotina de exercícios e uma grande conquista como atleta amador. Além disso, foi uma das metas que defini para 2011, as quais foram tema do programa da Globo/RPC, que me entrevistou no início do an ...

Saiba Mais

5 Respostas para Não Orkutizem o Instagram

  1. Pingback: Alguns dos Melhores Hambúrgueres dos Estados Unidos | Antonio Borba

  2. Daiane Izaias disse:

    Ótimo post Antonio!!!

    Tenho o mesmo pensamento que você, as pessoas estão transformando as redes sociais em uma poluição visual, cada dia pior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*