Teoria Conspiratória: Facebook e o Governo Norte-Americano


Teoria Conspiratória - Facebook e o Governo Norte Americano - AntonioBorba.comO Facebook completou 8 anos e pode valer 100 bilhões de dólares. As notícias correm na mídia, o Magic Blog publicou uma retrospectiva da história da rede social e a Revista Veja desta semana colocou Mark Zuckerberg na capa.

Quando uma empresa é onipresente e assunto constante na pauta de milhões de pessoas, é natural que surjam os mais variados e bizarros comentários. E, apesar de eu não ser adepto de teorias conspiratórias, algumas coisas passaram a chamar minha atenção recentemente.

Afinal, seria o Facebook secretamente patrocinado pelo Governo Norte-Americano?

Tudo começou há alguns meses atrás, quando assisti ao vídeo de Max Schrems. Esse cidadão alemão havia excluído seu perfil da rede social e resolveu reativá-lo. De repente, ele percebeu que seus dados não haviam sido deletados, mas apenas desativados. Ou seja, ao contrário do que alega, o Facebook estaria armazenando os dados de seus ex-usuários. A maior prova disso é que, ao brigar e finalmente conseguir o seu banco de dados pessoal, Max acabou recebendo o equivalente a 1.200 páginas sobre sua vida, incluindo mensagens deletadas.

Confira o vídeo abaixo e entenda bem essa importante descoberta:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ObbiBeXevkE[/youtube]

O vídeo possui 7 minutos, mas vale cada segundo. Tenha certeza de assisti-lo, ao menos para ter uma noção melhor sobre a sua privacidade e de como dados muito delicados da sua vida íntima podem estar armazenados em servidores espalhados pelo mundo.

Considerações técnicas e judiciais sobre armazenagem de dados

Como Max percebeu, as mensagens por ele deletadas não saíam da rede social, mas traziam o flag “Deleted=True” no banco de dados… Ou seja, com a programação adequada, nunca serão exibidas, mas sempre estarão lá. E o Facebook tem uma razão para fazer isso. Por motivos legais, ele não pode simplesmente apagar uma mensagem, pois, em caso de demanda judicial, pode ser obrigado a revelar teores de conversas (em casos de crimes, por exemplo). Não seria prudente permitir que um criminoso apagasse qualquer rastro deixado na rede.

Se por um lado o Facebook tem um motivo real para não apagar dados, por outro há formas diferentes de implementar esse mecanismo. Uma ideia interessante seria fazer backups periódicos da base e limpar a base de arquivos deletados. Isso higienizaria os dados, mas exigiria muito espaço para armazenar as cópias recorrentes.

Obviamente, o Facebook tem um método de backup, mas dificilmente guardará informações de anos atrás, talvez por esse motivo tenha optado por manter os registros na base ativa. Portanto, a melhor recomendação ainda é:

Cuidado com o que escreve. Na Internet, nada é apagado definitivamente.

Patrocínio do Governo Norte-Americano?

Facebook: Patrocínio do Governo Norte Americano? AntonioBorba.comAntes de chegar ao cerne da história, cabe lembrar o que aconteceu no mundo após os atentados de 11 de setembro de 2001, talvez a maior demonstração da força terrorista e ao mesmo tempo um grande despertar para os americanos. O Governo percebeu que simplesmente não tinha o controle sobre a comunicação entre os grupos terroristas e que a Internet, criada para permitir comunicação descentralizada em caso de guerras, estaria justamente beneficiando a comunicação entre criminosos.

Pouco tempo antes, o FBI já havia iniciado o polêmico e controverso projeto Carnivore (leia mais), destinado a monitorar a comunicação via Internet. Em 2005, o FBI trocou o Carnivore por um software comercial da empresa Narus, supostamente funcionando em San Francisco na mítica sala 641A. Tudo isso e muito mais foi criado com o objetivo de monitorar conversas via Internet em razão da segurança nacional, sacrificando a privacidade de milhões de pessoas.

Mas, se as conversas acontecem nas redes sociais, por que não ir direto na fonte? Coincidentemente, 5 anos após os atentados às Torres Gêmeas, em 11 de setembro de 2006, o Facebook abriu-se ao público. Isso me lembra uma piada que tem circulado, adivinhe por onde…

O Facebook lhe conhece melhor que os seus familiares! AntonioBorba.com

É fato que todos os seus dados estão lá: seus amigos, suas mensagens, os lugares que você frequenta, incluindo check-ins e marcações que podem ser feitos por terceiros. Quotando Max, “nem KGB ou CIA já tiveram 1.200 páginas a respeito de um cidadão comum“.  E o melhor de tudo é que essas informações são coletadas espontaneamente – através do desejo inerente ao ser humano de compartilhar e obter seus minutos de fama.

De fato, o Facebook conhece você melhor do que seus amigos e familiares (tenha certeza disso). É um banco de dados fenomenal sobre a vida de uma pessoa – e um terrorista, até ser descoberto, nada mais é do que um cidadão comum.

Por todos esses fatos, eu não duvidaria se o Governo Norte-Americano estivesse, de fato, envolvido com o Facebook, dando um apoio direto à empresa que em breve pode ser a mais valiosa do mundo. Creio que jamais saberemos ao certo. Afinal, no mundo de hoje, nada vale mais do que a informação.

Caminhamos cada vez mais rumo à vigilância plena em nome da segurança e do bem-estar. Os contos de ficção do passado, incluindo Big Brother e Minority Report, estão todos vindo à tona na realidade que presenciamos.

Salve, Facebook – ó polêmico, ó onipresente, ó onipotente. Você está em nossas mentes e tudo o que falamos a seu respeito, seja bom ou seja ruim, só reforça a sua hegemonia.

5 comentários em Teoria Conspiratória: Facebook e o Governo Norte-Americano

Outros Posts:

13/09/2011

Princípios da Incompetência – Parte 1

Parte 1: Peter e a Ciência da Hierarquiologia Laurence J. Peter foi um gênio. Sua obra-prima, o livro The Peter Principle, de 1969, foi apelativamente traduzida no Brasil como “Todo Mundo é Incompetente, Inclusive Você“, com brilhantes ilustrações do Ziraldo. Peter foi um educador, aut ...

Saiba Mais

01/04/2015

VENDIDO: Atari Importado Frente de Madeira com 125 Jogos

UPDATE: estes itens foram vendidos. Confira outros lotes de videogames à venda ou entre em contato em caso de interesse. Atenção: não é brincadeira de Primeiro de Abril. Este é um lote realmente especial que contém praticamente todos os jogos de Atari conhecidos no Brasil, uma coleção ...

Saiba Mais

5 Respostas para Teoria Conspiratória: Facebook e o Governo Norte-Americano

  1. Sergio Nicodemos Filho disse:

    Boa Noite, Sr.AB.
    Eu acredito sim nesta teoria, eu havia lido algo a respeito a uns meses, logo após o lançamento de um Seriado “Person of Interest”, que trata desta conspiração de que o governo americano estaria de alguma forma monitorando todos os meios de comunicação.
    No primeiro filme da frânquia “Transformers” há uma citação sobre isso, e no filme “Duro de Matar 4.0” todo o filme se baseia nesse tema.
    Teorias sempre são criadas/desenvolvidas, mas por mais criativos que sejam os autores de Holywood, acredito que algumas informações vazaram ou então falhas como esta do Max Schrems vindo a tona, serviram para criar toda essa teoria..

    O que você diz sobre os Backups. De qualquer forma estariam lá as informações que deveriam ser apagadas, Infelizmente! Por questão legal.

    “Cuidado com o que escreve. Na Internet, nada é apagado definitivamente.”
    FATO INQUESTIONÁVEL.

    Ps. Se não me engano, uma vez eu li ou ouvi em algum Geek World, que o Facebook mantem 1 backup geral sob SVN, Gerando as revisões. Bom tanto faz deixa o Mark se virar com isso..

    Abs.
    Sergio

    • Antonio Borba disse:

      Olá Sergio, valeu pela contribuição, meu caro! De fato, seria uma forma muito ingeligente para o Governo poder contar com os dados da pessoa cedidos por livre e espontânea vontade – e verdadeiros! Não sei se um dia saberemos ao certo. Abraços!

  2. Boraba:

    Entendo, aceito, acredito e defendo essa questão legal, apenas comentei sobre os fatos e esses são so fatos.
    Te dou um exemplo do que conheço: – “Em vários países da Europa (não em todos), você tem a possibilidade de ‘ordenar’ por carta com AR que seus dados sejam completamente excluídos de uma banco de dados”.
    E vai ser complicado para a empresa que não cumprir.

  3. João Ribeiro da SIlva disse:

    Por uma razão de estrutura de dados relacionais num sistemas como o Facebook, os dados na realidade não podem ser apagados.
    De outra forma outros usuários perderiam os seus próprios dados relacionados ao tal indivíduo também.
    Por uma questão de conformidade tecnicamente isso seria impossível ou no mínimo muito difícil.
    Esta coversa seria longa do ponto de vista técnico, o mais importante é que as pessoas entendam que qualquer coisa publicada, onde for, vai ficar lá para sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*