Categorias: Gaming

Liar’s Dice: das Telas para a Vida Real

Liar's Dice: das Telas para a Vida Real - AntonioBorba.comA quantidade de pessoas que jogam on-line aumenta cada vez mais, principalmente em redes de videogames como a PlayStation Network (PSN) ou Xbox Live. É de se pensar que a interação pessoal entre as pessoas diminua, enquanto jogos tradicionais, de tabuleiro ou carta, são cada vez menos praticados.

Entretanto, nada substitui a experiência pessoal quando estamos falando de jogos que envolvem o fator humano, com apostas e blefes, como é o caso de poker e similares. Recentemente, redescobri o prazer de jogar com amigos através do jogo Liar’s Dice (algo como “os dados do mentiroso”).

Tudo começou on-line, enquanto jogava Red Dead Redemption no PS3. Para quem não ouviu falar, Red Dead foi escolhido o jogo do ano em 2010 e conta a saga de um ex-fora-da-lei que tenta enterrar seu passado em busca de redenção. O jogo se passa em um ambiente aberto (“open world”) onde o jogador tem a liberdade de conduzir seus objetivos da forma que preferir, no mesmo estilo consagrado por jogos anteriores da Rockstar Games, como o famoso GTA – Grand Thef Auto.

Red Dead Redemption - Liar's Dice - AntonioBorba.com

Uma das inúmeras missões do jogo envolve jogar e ganhar no Liar’s Dice. Eu estava preparado para enfrentar uma daquelas side-missions chatas, mas ao contrário, quanto mais aprendia sobre o jogo de dados, mais o achava fascinante. Liar’s Dice é como poker nos dados, de forma simplificada. Há inúmeras versões para este jogo que também é conhecido como Perudo. Algumas são consideravelmente complexas.

Empolgado com o jogo, comecei a procurar em lojas no Brasil opções de copos e dados para poder jogar com amigos. Achei poucas opções, todas caras. O melhor caminho foi pedir através da Amazon ou eBay. O que se iniciou com partidas casuais na hora do almoço, logo se tornou um campeonato oficial na Magic Web Design, com pontuações postadas na intranet. Durante os finais de semana, virou tradição após o almoço familiar. O jogo é realmente simples e viciante, envolve capacidade de dedução e sangue frio.

Para saber mais a respeito, consulte a página da Wiki sobre Liar’s Dice. Caso você venha a se tornar um jogador, aqui vão as dicas de variações de regras que adotamos na Magic para um jogo mais interessante, após certa pesquisa e debate:

  • Pode-se diminuir a face do dado desde que aumentando a aposta
  • Jogadas spot-on (“na mosca”) corretas retiram um dado de cada participante que entrou na aposta (quem não jogou ainda, não perde)
  • Sorteia-se a ordem de posição na mesa pelos dados (sugiro jogar 2 dados)
  • O vencedor da partida anterior começa a próxima
  • Quem perde o dado inicia a rodada
  • Quando múltiplos jogadores perdem (“na mosca”), o vencedor da aposta inicia a rodada
  • Quem fura a ordem das jogadas (por engano) perde um dado

O mais interessante de tudo isso é saber que Red Dead Redemption está fazendo pelo Liar’s Dice o mesmo que Guitar Hero fez para o Rock, guardadas as proporções. É a vida digital resgatando antigos costumes, em mais uma prova de que a tecnologia está preservando tradições.

2 comentários em Liar’s Dice: das Telas para a Vida Real

Outros Posts:

17/04/2013

Pérolas do MSN – Parte 1

O MSN está falecido... agora usa-se Skype, Facebook, GTalk e por aí vai. Talvez por esse motivo seja hora de tirar da gaveta algumas pérolas que venho colecionando desde 2006, retratando alguns comportamentos destrutivos "não tão adequados", principalmente no campo da mensagem pessoal. Est ...

Saiba Mais

21/03/2015

VENDIDOS: Dois Ataris – Applevision e CCE

UPDATE: estes itens foram vendidos. Confira outros lotes de videogames à venda ou entre em contato em caso de interesse. Ótima oportunidade para quem deseja reviver a nostalgia de jogar em um Atari de verdade gastando pouco, os dois lotes que separei para venda são modelos de Atari 2600 nac ...

Saiba Mais

2 Respostas para Liar’s Dice: das Telas para a Vida Real

  1. Rodrigo Diego disse:

    Eu jogo Xbox. Também joguei Red Dead, este jogo que por sinal tem um mapa gigantesco.
    Minha filha de 7 anos está adaptada a esta vida tecnológica. Algumas semanas atrás, eu encontrei um jogo de tabuleiro da minha infância “Jogo da Vida”.

    Resolvi reunir a família e jogar. Vou lhe dizer que a minha filha achou o máximo e todos estão empolgados para repetir a dose.
    Os valores se invertem para algumas coisas, os que nascem na era tecnológica ficam atraídos pelas “novidades” da moda antiga e vice-versa.

    • Antonio Borba disse:

      Olá Rodrigo, comentário muito pertinente. Recentemente, joguei algumas partidas de War com amigo e passei madrugada adentro entretido no jogo. Descobri que existe War para o PS3 (chama-se Risk, claro) mas não é nada legal. Pessoalmente, interagindo com as pessoas, a pegada é outra. O Liar’s Dice, particularmente, tá pegando forte aqui na empresa. Todos estão se tornando profissionais do jogo, e não é fácil jogar com a galera aqui. Valeu, abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*