Categorias: Atari

Toyshop Trouble – Homebrew Viciante para o Atari 2600


Homebrews é como chamamos os jogos modernos desenvolvidos para o Atari 2600. Para muitas pessoas pode ser uma surpresa descobrir que hoje, quase 40 anos depois da fabricação do primeiro videogame Atari, existam pessoas que se dedicam a desenvolver novos jogos para a plataforma. Entretando, há dezenas de entusiastas que se dedicam a isso – não como principal atividade, mas como hobby e por amor aos videogames. E ainda é possível ser pago por isso – através da loja da AtariAge, comunidade dedicada a Atari e videogames clássicos, pode-se perceber que existem pelo menos 80 homebrews à venda, somente para o Atari 2600.

Com os recursos atuais disponíveis aos programadores, é possível desenvolver jogos ainda melhores do que aqueles que existiam nos anos 80. Mesmo assim, é muito difícil superar a jogabilidade dos velhos clássicos. Embora eu não conheça todos os homebrews, nenhum havia despertado minha atenção até o momento. Por acaso comprei de segunda mão os homebrews das edições natalinas da AtariAge de 2005 e 2006 – Raindeer Rescue e Toyshop Trouble, respectivamente:

Raindeer Rescue e Toyshop Trouble - Homebrews Atari 2600 - AntonioBorba.com

Uma grata surpresa se seguiu – Toyshop Trouble é, de fato, um dos melhores jogos disponíveis para o Atari 2600. Lembrando em muito a jogabilidade do Pressure Cooker, um dos meus jogos preferidos que exige a montagem de hambúrgueres em determinada ordem, Toyshop é completamente original e, assim como Pressure Cooker, exige um raciocínio apurado em fases que nunca se repetem – pois há sempre um fator aleatório na composição de cada uma.

O game consiste na seguinte premissa: você é um ajudante de Papai Noel que tem a incumbência de salvar o Natal, para isso devendo pintar os brinquedos com a cor certa. Isso pode exigir uma ou duas cores, que podem inclusive demandar a pintura em determinada ordem! Na prática, as fases crescem em dificuldade enquanto o número de brinquedos aumenta e exige que você decore as cores de cada um, devendo aproveitar cada vez que se desloca para pegar determinada cor de tinta para pintar o maior número de itens daquela cor, do contrário o tempo pode se esgotar:

Toyshop Trouble - Homebrew Atari 2600 - AntonioBorba.com

As 8 cores de tinta e inúmeros brinquedos oferecem desafio mais do que suficiente para mantê-lo ocupado por muitas horas. Há um desafio adicional que exige certa dose de coordenação para conseguir cumprir as tarefas no tempo previsto: é necessário correr (segurar o botão do joystick). Ocorre que, propositalmente, o botão é utilizado para dar uma camada de tinta nos brinquedos. Portanto, ao correr e passar por cima dos itens, você estará pintando-os automaticamente.

Acompanhe o vídeo que gravei demonstrando as fases 14 e 15 para entender o funcionamento do game (e desculpe pela tela torta):

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=5lpzynrPwhY[/youtube]

Interessou? O Toyshop Trouble está disponível para compra através da AtariAge.

6 comentários em Toyshop Trouble – Homebrew Viciante para o Atari 2600

Outros Posts:

29/08/2013

Atari: O Manual Mais Resumido do Mundo

Pac-Man é certamente um dos cartuchos mais comuns já produzidos para o videogame Atari 2600. Diz a história que os "gênios" por trás da Atari na época (possivelmente após a aquisição pela Warner) fabricaram mais cartuchos do que a quantidade de consoles existentes no mercado, seja qual for ...

Saiba Mais

24/08/2014

VENDIDO: Atari Dactar com Enduro, Donkey Kong e Haunted House

UPDATE: estes itens foram vendidos. Confira outros lotes de videogames à venda ou entre em contato em caso de interesse. O console Dactar foi um modelo de Atari 2600 muito famoso no Brasil na década de 80. Comercializado pela Milmar, foi fabricado em diferentes versões. Aos poucos, estou co ...

Saiba Mais

6 Respostas para Toyshop Trouble – Homebrew Viciante para o Atari 2600

  1. Ricardo biancalana disse:

    Bom dia Antônio,tenho um cartucho cce label color com o jogo Enduro mas o label do cartucho é o Mission só que colado invertido,tudo original nunca mexido,você tem conhecimento de outro deste?abraços

  2. Gustavo disse:

    Legal Antônio. Vc saberia dizer onde poderia aprender a fazer isso? Um abraço

  3. Gustavo disse:

    Olá Antônio, tudo bem?
    Estou curioso e gostaria de saber como é possível uma pessoa fabricar jogos de cartuchos antigos. O enduro, por exemplo. Estou vendo uma pessoa vender esse cartucho, não original, novinho em folha.
    Um abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*